[luzes.org] Qual é a forma mais barata de fazer a reforma de uma casa? 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco
O Site | Quem somos | Contato | Cadastre-se | Apoiadores
Equipe | Perguntas freqüentes

Home   Edições impressas   Cursos e Eventos   Todos os artigos  
Boletins   Anuncie   Quer colaborar?   Dúvidas e respostas  
Google

Você está aqui: Home » Artigos sobre Empreendimentos imobiliários
Artigo (veja mais 5 artigos nesta área)

Qual é a forma mais barata de fazer a reforma de uma casa?

Por Arq. Me. Iberê Moreira Campos e equipe

O artigo citado denomina-se “Reforma de casas antigas: substituição de forro de estuque atacado por umidade e cupins”, que foi publicado em diversos sites e pode também ser visto no site da PeC em www.revistapec.com.br. Neste artigo foram mostrados alguns pontos que acho importante serem observados quando se pretende reformar casas antigas, em especial aquelas feitas antes dos anos 70, período em que houve várias mudanças nos materiais e nas técnicas de construção.

Uma edificação antiga precisa ser analisada cuidadosamente antes de se começar a investir nela. É preciso analisar os prós e os contras de reformar, talvez seja melhor derrubar e fazer outra. Nesta mesma edição temos um artigo que fala sobre orçamento pelo CUB, por ali já teremos uma base para avaliar esta questão. Nem sempre é só o dinheiro que importa, é preciso levar em conta também o atendimento às normas públicas, às técnicas de construção empregadas e também, inclusive, fatores imensuráveis como valor estimativo e outros. De maneira geral, se os primeiros orçamentos já chegarem em 50% ou mais do valor de uma construção nova, significa que o imóvel está em más condições e provavelmente será melhor fazer outra casa mas, ressaltando, não é só o aspecto financeiro que conta.

É difícil responder uma pergunta destas pela internet, sem analisar o caso em detalhes. Sugiro contratar um arquiteto com experiência em reformas, para orientação e para fazer os cálculos e demais considerações necessárias, antes que comece a gastar qualquer coisa com o imóvel.

É possível financiar reformas, principalmente na compra dos materiais. As lojas grandes oferecem financiamento próprio, e existem várias linhas de crédito oferecidas pelos bancos. De novo, é preciso contratar um profissional para orientar também nesta questão, para escolher o melhor caminho dentro dos objetivos e do orçamento do proprietário.

Publicado em 28/02/2008 às 11:34 hs, atualizado em 03/04/2018 às 17:31 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


TEMOS MAIS 5 ARTIGOS SOBRE :
Dúvida no uso do CUB para calcular valor de reforma de apartamento
O que o contrato com empreiteiro de uma obra tem a ver com o imposto de renda sobre lucro imobiliário
Em nome de quem devem ser tiradas as notas fiscais de uma construção? Em nome do proprietário ou do engenheiro?
Diferença entre área útil, comum e total em um edifício comercial
Na ponta do lápis: será que é bom negócio construir para vender?

 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da Arquitetura e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: contato@luzes.org
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.