[luzes.org] Dica e Exercícios para Detectar Crenças e Diminuir Ansiedade 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco
O Site | Quem somos | Contato | Cadastre-se | Apoiadores
Equipe | Perguntas freqüentes

Home   Revista PnP   Revista PeC   Cursos e Eventos   Todos os artigos  
Boletins   Anuncie   Quer colaborar?   Dúvidas técnicas  
Google

Você está aqui: Home » Artigos sobre Psicologia
Artigo (veja mais 13 artigos nesta área)

Dica e Exercícios para Detectar Crenças e Diminuir Ansiedade

Por Psicóloga Elizabeth Mednicoff e equipe

Uma dica é vc aprender a conviver com a incerteza, pq de fato não temos certeza de nada. Aprendendo a conviver com a incerteza você cria recursos que abaixam a ansiedade, a frustração, as preocupações e assim cai por terra, muitas das crenças que temos.

Ter a consciência de que vc não terá nunca a certeza do que vai acontecer, te ajuda a não se preocupar com o que o futuro lhe reserva, você terá mais tempo produtivo para fazer hoje aquilo que pode ser feito, construíndo assim o seu futuro.

Pensar em tudo o que pode dar errado, ou nos motivos que as coisas não acontecem como vc gostaria não torna a vida mais previsível, torna a vida sem sentido, sem motivação, e principalmente sem razão. Focalizando os piores cenários e sendo cruel com você mesmo, não irá impedir que algumas coisas ruins aconteçam, não irá também te levar a sair desse contexto. Apenas irá impedir que você aproveite e goze as coisas boas que tem no momento presente ou que busque formas alternativas de sair daquilo que não gosta.

Então se você quer parar de se preocupar e pretende aliviar a ansiedade, comece por resolver a sua necessidade de segurança e respostas do momento presente.

Primeiro Exercício

Faça a si mesmo as perguntas que estão na sequência. Contradiga os teus pensamentos negativos, coloque-os a prova, responda com honestidade as seguintes perguntas e anote-as.

• Qual é a evidência de que esse teu pensamento é verdadeiro?

• Existe uma forma mais positiva, realista de encarar essa situação?

• Qual é a probabilidade de que o que eu tenho medo realmente aconteça?

• Se a probabilidade é baixa, quais serão alguns dos resultados mais prováveis?

• Se a probabilidade é alta, o que você pode fazer para evitar?

• É um pensamento útil este que você tem? Preocupar-me com isso me ajudará ou me prejudicará?

• O que eu diria a um amigo que tenha esta mesma preocupação?

• É possível ter certeza sobre tudo na vida?

• Quais são as vantagens de querer ter a certeza de todas as coisas, versus as desvantagens? Ou, como é que a necessidade de ter a certeza é algo útil ou prejudicial na vida?

• Você tende a prever que algumas coisas ruins possam acontecer apenas porque são incertas? Isso é uma coisa razoável a fazer? Qual é a probabilidade de resultados positivos ou neutros acontecerem?

• É possível viver com uma chance pequena de que algo de negativo pode acontecer, dado que o seu risco é muito baixo?

Analisando suas respostas, veja se você consegue chegar a um entendimento das desvantagens e problemas de ser intolerante com as incertezas da vida.

Segundo Exercício

Este exercício é bacana para detectar as crenças.

• Faça uma autoanálise crítica de tudo que tem vivido até agora e reavalie os resultados alcançados com as atitudes que tomou. Pense num objetivo que tinha, veja quais os pensamentos que estavam vinculados, quais as atitudes tomadas para alcançar aquele objetivo, quais os resultados obtidos e por fim faça sua avaliação.

• Tome por base que o pensamento gerador de atitudes positivas são suas crenças positivas e que devem ser preservadas, pois elas te aproximaram do resultado que queria e o pensamento gerador de atitudes negativas, são suas crenças limitantes, que te afastaram daquilo que queria e portanto precisam ser transformadas.

• Pegue uma folha de papel e monte uma tabela com cinco colunas: Objetivo, Pensamentos, Atitudes, Resultado e Avaliação.

• Preencha com os objetivos que foram mais marcantes e ao final monte uma lista com os resultados da Avaliação. Quais as crenças positivas e quais as limitantes e tome as providências que já sabe devem ser tomadas para a transformação.

Sugestões

Pra encerrar sugiro mais algumas coisinhas que te ajudarão ainda mais a aliviar a ansiedade e preocupação, cuidando de si mesmo:

• Procure um grupo de amigos, pode ser pra laser, com os mesmos ideais, para algum trabalho manual, para esportes, etc. A ansiedade e preocupação pioram quando você se sente impotente e sozinho. Procure construir um forte sistema de apoio. Quanto mais você estiver ligado a outras pessoas, menos vulnerável você vai se sentir.

• Adote hábitos alimentares saudáveis. Comece bem o seu dia tomando um café da manhã bem gostoso, e continue com pequenas refeições ao longo do dia. Ficar muito tempo sem comer leva à redução dos níveis de açúcar no sangue, o que pode fazer você sentir ansiedade e irritação. Alimentação completa sem restrições, mas sem excessos.

• Pratique atividades de lazer. Procure praticar atividades que lhe tragam satisfação, alegria e relaxamento. Faça atividades que te façam perder a noção do tempo.

• Pratique exercício Físico. Faça algum tipo de atividade física, de preferência os aeróbicos, como caminhadas, corridas de baixa intensidade, ou algum tipo de jogo coletivo.

• Relaxamento e Meditação. Procure algumas técnicas de relaxamento e de meditação que tragam o bem estar ao espírito e que acabam proporcionando o auto-conhecimento. Eles te ajudarão na sua prática do "periódo de preocupação".

• Faça o seguinte exercício diariamente: - Determine 4 horários ao longo do dia. Ex.: as 11h, 15h, 19h, 22h - Em cada um destes horários, faça uma pausa de 5min. - Nestes 5 min de pausa, procure verificar sua postura física e mental (quais os pensamentos que estão "rolando"), veja como está sua respiração, os batimentos cardíacos, sensações, sentimentos, desejos, etc. - Anote e analise como eles intereferem nas tuas questões que precisam ser resolvidas.

Publicado em 26/06/2012 às 16:17 hs, atualizado em 11/09/2012 às 18:47 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


TEMOS MAIS 13 ARTIGOS SOBRE :
Psicoterapia na Terceira Idade
A Ansiedade e as Crenças
Inteligência Emocional pode ser a chave para o sucesso
Qual é a Diferença entre Psiquiatra, Psicólogo e Psicanalista?
Carência afetiva - Inimiga número um do nosso crescimento
Quem sou eu, e como posso sentir-me bem comigo mesmo?
Onde estão os problemas: dentro ou fora de você?
Medo de Dirigir: como enfrentar?
O Que é Depressão?
Relacionamento entre Pais e Filhos
Violência doméstica, Crise de Valores e Violência
Largue o papel de vítima!
Como desenvolver a auto-confiança

 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da Esoterismo e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: contato@luzes.org
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.