[luzes.org] Tubos e conexões PPR para água quente: economia e praticidade na substituição ao cobre 
Professor Iberê
Arquiteto, Psicanalista e escritor
Publicações • Cursos • Eventos • Artigos
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco
O Site | Quem sou? | Contato | Cadastre-se | Apoiadores
Equipe | Perguntas freqüentes

Home   Edições impressas   Cursos e Eventos   Todos os artigos  
Resenhas   Anuncie   Quer colaborar?  
Google

Você está aqui: Home » Artigos sobre
Artigo (veja mais 30 artigos nesta área)

Tubos e conexões PPR para água quente: economia e praticidade na substituição ao cobre

O Amanco PPR é uma evolução em termos de tubulação para água quente. Um produto inovador e moderno, que alia qualidade e tecnologia. São inúmeras as vantagens da linha Amanco PPR, dentre elas a enorme praticidade da instalação e o sistema de termofusão que faz a união molecular de tubos e conexões, oferecendo garantia total contra vazamentos.

O cobre tem sido usado há décadas nas tubulações prediais de água quente, pela sua resistência a corrosão e as temperaturas elevadas. Mas é um material que vem se tornou proibitivo pois seu preço vem subindo assustadoramente. A este respeito, vide artigo “Cobre valorizado no mercado internacional afeta Brasil e incentiva roubo de condutores elétricos e de cargas”.

O cobre está custando cerca de 1/5 do preço do ouro, ou seja, é muito melhor “garimpar” cobre roubando fios elétricos e tubos de água quente nas cidades do que ir para um garimpo distante tentar a sorte procurando ouro. Hoje as obras que lidam com cobre precisam ter um ambiente trancado à sete chaves para abrigar cabos elétricos e tubulações de cobre, a que ponto chegamos...

Além da questão do preço, a confecção de tubulações em cobre requer mão-de-obra especializada e é bem mais demorada que fazer a mesma tubulação usando PVC marrom, o mais usado para água fria. Só que PVC marrom começa a amolecer aos 60ºC, ou seja, não pode ser usado nas tubulações de água quente que podem atingir mais de 90ºC. Surgiu daí a necessidade de desenvolver um novo tipo de tubulação de PVC que suportasse altas temperaturas.

Surge o PPR

Grandes empresas pesquisam a questão da substituição do cobre há décadas e algumas soluções já haviam sido oferecidas. Mas a grande evolução veio realmente com o Amanco PPR.

O nome “PPR” vem do material utilizado, o Polipropileno Copolímero Random tipo 3, componente inovador e de alta tecnologia, fruto de grande pesquisa e desenvolvimento em laboratório. O PPR suporta grandes picos de temperatura e pode operar a até 80°C. É anticorrosivo e tem alta resistência a ataques químicos de substâncias como ferro, cloro ou flúor eventualmente contidos na água.

Para aqueles que precisam se ater às normas e demais legislações envolvidas na construção civil, é interessante saber que a linha Amanco PPR atende à norma européia ISO 15874 superando as especificações da NBR 7198: projeto e execução de instalações prediais de água quente.
Vantagens e benefícios do PPR
Qualidade
Material atóxico - O PPR é completamente atóxico, de acordo com normas internacionais
Sem incrustações - Por terem paredes internas extremamente lisas, as tubulações em PPR proporcionam uma instalação sem incrustações e sem redução do diâmetro da tubulação ao longo do tempo
Instalação limpa - Como utilizam a tecnologia da termofusão, tubulações em PPR dispensam o uso de adesivo plástico e lixa, deixando o ambiente da obra totalmente limpo
Durabilidade
Ótima resistência à altas temperaturas - O PPR pode operar à temperatura de serviç o de 80°C com pressão de 60mca (metros de coluna d'água) mas suportam picos de até 95°C ocasionados por eventuais desregulagens do aparelho de aquecimento.
Livre de corrosão - Alta resistência a ataques químicos de substâncias como ferro, cloro ou flúor contidos na água, proporcionando durabilidade e uma instalação livre de corrosão.
Garantia total das juntas - Não existe união entre tubos e conexões. Com a tecnologia de termofusão a 260°C, ambos os materiais fundem-se molecularmente formando uma tubulação contínua para a segurança total do sistema.
Maior flexibilidade - As características do sistema permitem que sejam feitas curvas longas (de até 8 vezes o diâmetro do tubo) ou desvios, sem prejuízo nas juntas.
Resistência a impactos - Tubos PPR não amassam e possuem grande resistência a impactos.
Custo-Benefício
Maior Produtividade - Pela rapidez e simplicidade na instalação, o PPR proporciona ganho de produtividade nas montagens, com relação aos produtos convencionais.
Não requer isolamento térmico - Devido à baixa condutividade térmica, o PPR não transmite calor para a face externa da tubulação e permitem a manutenção da temperatura da água por mais tempo, dispensando assim o uso de qualquer tipo de isolante térmico, reduzindo em até 2,5% o custo total da instalação hidráulica de água quente.
Otimização de projeto - O PPR pode conduzir água quente e fria, permitindo a otimização do projeto hidráulico.


Técnica de instalação

Os tubos e conexões Amanco PPR são práticos, versáteis e simples de instalar.
Veja um roteiro passo-a-passo do processo de instalação:
1 Em primeiro lugar é preciso apoiar o termofusor na bancada e limpar os bocais com um pano embebido em álcool
2 Cortar os tubos com tesoura apropriada, evitando possíveis rebarbas na tubulação
3 Limpar as pontas dos tubos e a bolsa das conexões que irão receber a termofusão
4 Marcar a extremidade do tubo com a profundidade da bolsa da conexão para certificar-se de que a ponta do tubo não ultrapasse o final da bolsa da conexão.
5 Introduzir simultaneamente o tubo e a conexão em seus respectivos lados do bocal.
6 A conexão deve cobrir toda a face macho do bocal e o tubo não deve ultrapassar a marcação feita anteriormente.
7 Retirar o tubo e a conexão do termo fusor, quando decorrido o tempo mínimo de aquecimento conforme a tabela (verifique no manual).
8 Unir imediatamente introduzindo a ponta do tubo com a bolsa da conexão até o seu final de curso.
9 A ponta do tubo deverá ser introduzida até o anel formado pelo aquecimento do termo fusor.
10 Após a termofusão da conexão com o tubo, num intervalo de 3 segundos iniciais existe a possibilidade de alinhar a conexão em até 15°.
É importante que a união entre tubo e conexão não seja realizada de forma oblíqua. Para bitolas acima de 50mm, recomenda-se trabalhar com o termofusor de bancada.

Conclusão

O PPR veio trazer uma mudança de paradigma na execução das instalações hidráulicas prediais. Juntamente com a linha Silentium da mesma Amanco, forma um leque de tecnologias extremamente atuais, mostrando o quanto as tubulações em PVC podem ser versáteis substituindo com vantagem materiais tradicionais como o ferro galvanizado, ferro fundido, cobre e chumbo que vinham sendo usados há séculos nas construções.

Publicado em 06/07/2007 às 17:02 hs, atualizado em 01/07/2016 às 10:47 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


TEMOS MAIS 30 ARTIGOS SOBRE :
Quanto tempo depois de concretada a calçada um carro pode passar nela?
A importância do Habite-se
A importância do contrapiso para a colocação de pisos vinílicos
Obra parada, resultado da falta de planejamento e de administração
Reforma de casas antigas: substituição de forro de estuque atacado por umidade e cupins
Tipos de solo e investigação do subsolo: entenda o ensaio a percussão e seu famoso índice SPT
Evitando problemas durante pintura de imóvel
Procedimentos e cuidados na execução de alvenaria
Orientações e cuidados para revestimento de piso com pedras naturais
Reforma de casa ou apartamento requer planejamento, bons profissionais e diplomacia
Cobre valorizado no mercado internacional afeta Brasil e incentiva roubo de condutores elétricos e de cargas
Cal hidratada nas argamassas
Critérios de medição em obra
Alvenaria com tijolos comuns
Medição de vidros e a eterna questão do custo versus preço
Tipos de tijolo para alvenaria
Tubos em PPR, boa alternativa ao cobre nas tubulações de água quente
Conexão à rede pública de esgoto e o controle de roedores
Dúvidas Mais Freqüentes no uso de Tubos de PVC
Como fazer a retificação de área no Registro de Imóveis
Conheça os três tipos principais de solo: areia, silte e argila
Verniz ou stain: qual é a melhor opção de acabamento para madeira aparente?
Concreto Usinado - Dicas para a Compra
Areia para construção civil: como comprar e como usar
Pedra (agregado graúdo) para construção – escolhendo e usando
Otimizando o uso de brita no concreto: o Teste da Lata
Melhorando a qualidade do concreto feito em obra
O que é alvenaria estrutural?
Bacias sanitárias e o consumo de água
As dificuldades no reuso de materiais de construção

 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da Iberê M. Campos e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: contato@luzes.org
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.