[luzes.org] Mãos a obra – crise é sinônimo de oportunidade 
Professor Iberê
Arquiteto, Psicanalista e escritor
Publicações • Cursos • Eventos • Artigos
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco
O Site | Quem sou? | Contato | Cadastre-se | Apoiadores
Equipe | Perguntas freqüentes

Home   Edições impressas   Cursos e Eventos   Todos os artigos  
Resenhas   Anuncie   Quer colaborar?  
Google

Você está aqui: Home » Artigos sobre
Artigo (veja mais 12 artigos nesta área)

Mãos a obra – crise é sinônimo de oportunidade

Iberê M. Campos

Estou cobrindo o mercado de tecnologia desde 1988, como membro da imprensa, e desde a década de 70, como técnico. Inicialmente trabalhei com aparelhos de som, depois de vídeo e finalmente os de informática. Nestes 30 anos vi muita água passar por baixo da ponte, tempos bons e tempos ruins foram se sucedendo. Acho que esta alternância é característica das sociedades baseadas em empreendedorismo, muito mais do que na velha história de regimes socialistas versus capitalistas. O ser humano é que, no fundo, move a economia e a humanidade para a frente, independentemente do regime de governo.

Se 30 anos já é um tempo considerável para um ser humano, o que se diria de 5.000 anos de história continua e de sucesso, como acontece na China?

É tempo suficiente para desenvolver uma sólida filosofia e muito conhecimento, por isto nestes momentos sempre é oportuno lembrar a conhecida história do ideograma chinês para a palavra “crise” mostrado ao lado. Ele é uma conjugação das palavras “perigo” e “oportunidade”. Pelo que conhecemos, a antiga sabedoria chinesa está certíssima pois é justamente em momentos de crise que criamos as melhores oportunidades. É quando nos livramos de velhas crenças e valores que não servem mais, é uma época de renovação.

Como fica o mercado de informática depois da crise?

A falência dos grandes bancos americanos levou a uma quebradeira geral também nos bancos europeus. A economia está toda interligada, os países e suas empresas têm interesses e investimentos em outros países. Além disto, existe o temor dos investidores, que “colocam o pé no breque” e suspendem toda operação que possa trazer algum risco. Numa situação assim, tão grave, como é que fica o mercado de informática no mundo e, em especial, aqui no Brasil?

Esta situação leva a uma parada geral na economia, que leva cada um de nós a repensar em suas próprias contas, empregos e empresas. Nada mais natural, afinal todo mundo tem suas despesas, seus anseios e planos.

Provavelmente o que acontecerá no Brasil será uma diminuição no mercado de bens móveis e imóveis. O crédito ficará mais caro e escasso, criando oportunidades para boas compras à vista ou em poucas parcelas. O mercado de computadores e periféricos, que vinha super-aquecido, deverá dar uma esfriada. Isto será ruim por um lado, mas vai criar oportunidades em outra área: a de manutenção e instalação de equipamentos.

Quem não pode comprar um micro novo reforma ou conserta o que já tem. Quem está mudando de endereço levará seus equipamentos antigos e os instalará em seu novo local. As empresas certamente vão demitir, só vai permanecer no emprego ou conseguir um novo emprego quem for melhor qualificado.

Mais do que nunca, é hora de aproveitar o momento para estudar, se aperfeiçoar e investir na carreira. Ótimas oportunidades serão criadas para quem estiver preparado e com o olho bem aberto. É a hora de colocar a mão na massa, ir a luta e enfrentar a crise. Lembre-se da velha sabedoria chinesa: crise também é um sinônimo de oportunidade.

Podemos garantir total apoio por parte da revista PnP. Além das duas últimas edições, que mostram técnicas de manutenção de PCs, vamos continuar trazendo informações atuais e importantes sobre montagem e instalação de micros nas próximas edições. Continue nos acompanhando e sinta-se à vontade para mandar suas sugestões e explicar suas necessidades. Numa crise – assim como nas oportunidades – é que precisamos trabalhar em conjunto.

Publicado em 07/10/2008 às 00:00 hs, atualizado em 01/07/2016 às 11:03 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


TEMOS MAIS 12 ARTIGOS SOBRE :
Quer mudar de profissão? Cuidado com os enganos mais comuns!
Qual é o valor da minha hora-técnica? Como calculo isso?
O arquiteto na administração de obras: vamos unir o útil ao agradável!
Custo do homem-hora e a incidência dos encargos trabalhistas nos orçamentos
Alcoolismo no canteiro de obras é perigo iminente
Táticas para pedir (e conseguir) aumento de salário
Será que o Custo Unitário Básico (CUB) serve realmente para orçar uma construção?
Porque o arquiteto deve fazer a administração de obras
Espanhol cresce como ferramenta de trabalho
Perguntas mais comuns em uma entrevista de emprego(3/3)
Procedimentos em uma entrevista de emprego (2/3)
Preparando-se para uma entrevista de emprego (1/3)

 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da Iberê M. Campos e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: contato@luzes.org
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.