Home   Edições impressas   Cursos e Eventos   Todos os artigos  
Resenhas   Anuncie   Quer colaborar?  

Você está aqui: Home » Edições impressas » Resumo de edição


Esta é a segunda edição da Revista PeC, uma série de compilações de temas destinada a suprir uma lacuna no mercado editorial brasileiro. São assuntos baseados na análise do trabalho do arquiteto e engenheiro e da relação com os clientes destes profissionais com a obra, com seus clientes e com os fornecedores.

Começamos analisando a questão do Retrofit. Discutimos as diferenças em relação às reformas e restaurações. Onde se usa, quais são as vantagens e desvantagens, e o quanto se pode (ou não) lucrar com ele. Na seqüência temos o relato de um retrofit residencial. Um sobrado antigo no bairro da Liberdade, em São Paulo, foi reformado, ampliado e reequipado. Será que valeu a pena? Acompanhe a história, leia os relatos, veja como era e como ficou.

Continuando, vemos uma análise aprofundada do “Método CUB”, um sistema de avaliação do custo para construir edificações. Conheça os erros mais comuns, onde se pode usar o CUB, como o cálculo é feito, obtenha as tabelas principais e veja como adaptar esta técnica para orçar também as reformas, tudo isto junto com vários exemplos, para seus estudos e verificações.

Pelo lado profissional e da administração de negócios, temos uma série de artigos importantes, reflexivos e profundos. O primeiro diz respeito às “Marcas e patentes”, algo que percebo ser desconhecido por parte dos arquitetos e engenheiros, o que depois lhes causa problemas. Entenda porque é preciso registrar sua marca, oficialmente, como isto é feito, quanto custa e quais são as implicações.

O artigo seguinte é “O que é um bom cliente? Como formar uma clientela?” onde discutimos e procuramos responder estas perguntas. Afinal, os profissionais liberais vivem de seus clientes, mas como agir para ter mais acesso a eles?

Também ligado a este tema, o artigo “Porque o arquiteto deve também cuidar da administração de obras” mostra porque o fato de projetar e também construir, ao invés de apenas fazer o projeto e deixar a construção para outros profissionais, afeta profundamente a vida dos arquitetos. Entenda porque a conjugação destas duas atividades ajuda não só o próprio profissional a ganhar mais e oferecer melhores serviços, mas também beneficia seus clientes.

Fechando esta edição temos o ensaio denominado “Os arquitetos têm dificuldade para se afirmar no mercado” onde partimos desta afirmação para mostrar algumas conclusões e intuições que obtive depois de 41 anos de convivência, não só com arquitetos, mas também com outros profissionais.

Temos também a seção “Correio Técnico”, onde respondemos às perguntas e colocações enviadas pelos leitores, colegas, amigos e alunos dos meus cursos. Enfim, esta segunda edição da Revista PeC tem vários outros assuntos que, acredito, serão bem interessantes para quem lida com projeto e construção, para entender como é este mercado, para tornar sua vida mais fácil e, porque não, mais econômica e produtiva.

Conteúdo desta edição

Teoria

O que é retrofit de edificações? Qual é a diferença entre reforma, retrofit e restauração?

Quem lida com projeto e construção de edificações certamente já ouviu falar em “retrofit”. Contudo, é difícil saber exatamente o que o termo significa e quais vantagens o retrofit pode oferecer aos proprietários e usuários de um imóvel, se é que elas existem, porque há vários sentidos para este termo, assim como variam as propostas, conceitos e ações.
• Retrofit e sustentabilidade: pontos em comum
• Qual é a diferença entre reforma, restauração e retrofit?
• O que é retrofit, afinal de contas?
• A questão financeira no retrofit
• Valorização do imóvel que passou por retrofit
• Onde e como o retrofit pode empregado

(clique para ampliar

Projeto e construção

Retrofit residencial: Um sobrado na Liberdade

Acompanhe a história deste retrofit residencial. Veja como era e como ficou, e conheça uma forma pela qual casas antigas podem se transformar em locais bonitos e agradáveis de se viver, com conforto mas mantendo a história do imóvel.
• Como era a casa original e como ficou
• Programa de projeto e aprovação na prefeitura
• Início da obra: demolições e mudança no projeto
• A estrutura original da casa e sua adequação ao programa de projeto
• Descobrindo o que preservar, restaurar ou descartar
• Com ficou a casa, segundo o arquiteto e os proprietários

(clique para ampliar

Planejamento

Orçamento preliminar de construção e reforma pelo método CUB

O método CUB/m² foi sendo aperfeiçoado nas últimas cinco décadas. Acabou virando uma ótima ferramenta para elaborar os primeiros estudos da construção ou reforma de edificações. Contudo, para que o resultado do cálculo seja confiável é preciso utilizá-lo dentro da norma técnica que lhe deu origem. Saiba evitar os erros mais comuns. Aprenda a fazer estimativas rápidas e comece a usar este recurso tão útil aos arquitetos, engenheiros e construtores.
• O que é o “método CUB” ?
• Onde pode ser aplicado o método CUB?
• Como se orça obras pelo método CUB?
• Encontrando o valor do CUB / m²
• Determinando o “Coeficiente de Equivalência”
• Calculando a taxa de BDI
• Seqüência de cálculo recomendada
• Como orçar o valor de uma reforma pelo método CUB
• Exemplos de cálculo

(clique para ampliar

Empresas e negócios

Marcas e patentes: como proteger seus negócios e realizações

Parece que a grande maioria dos profissionais desconhece a necessidade de registrar suas marcas e patentes. No entanto, quem desenvolve uma carreira ou uma empresa sem preocupar-se com isto está cometendo um grave erro estratégico. A falta de registro põe a perder o tempo e o dinheiro gastos com a construção de sua reputação e com a conquista de sua clientela. Se um concorrente registrar a marca vai apropriar-se de todo seu trabalho de divulgação. Para precaver-se, entenda o que é o serviço de marcas e patentes, veja como registrar suas marcas, o quanto custa e quais são os cuidados a tomar.
• O que é a marca de um negócio?
• O que é o serviço de marcas e patentes. Os quatro tipos de marca
• Formas de apresentação de um registro de marca
• Classificação de produtos e serviços
• Quem pode registrar? Quem pode requerer uma marca?
• Como é e quanto custa o processo de registro
• Cuidados a tomar

(clique para ampliar

Exercício profissional

O que é um bom cliente? Como formar uma clientela?

Os profissionais que trabalham com projeto e construção vivem de prestar serviços sob encomenda, trazidos por seus clientes. Vem daí a importância de criar e manter uma clientela de qualidade, que lhe garanta renda suficiente para manter sua vida pessoal e profissional. Mesmo quem está empregado acaba um dia vivendo de sua clientela, tornando-se um autônomo ou empresário. Mas qual é o perfil do cliente ideal? O que seria um bom cliente? Como formar uma clientela?
• A legislação trabalhista e a dificuldade de arrumar emprego
• Porque somos todos autônomos
• O que, afinal, é um bom cliente?
• O outro lado da moeda: o profissional que faz jus ao nome

(clique para ampliar

Exercício profissional

Porque o arquiteto deve cuidar também da execução de obras

O trabalho do arquiteto é milenar, mas nas últimas décadas sofreu mudanças que estão afetando diretamente o bolso dos profissionais brasileiros. Este é um dos motivos pelos quais o arquiteto não deveria se limitar ao trabalho tradicional de projeto, deixando para outros profissionais a maior parte dos ganhos. Muito pelo contrário: o arquiteto deveria atuar também em outras áreas que, apesar de historicamente fazerem parte de suas atividades, foram deixadas em segundo plano. A construção e administração de obras é uma dessas áreas. Entenda porque o arquiteto deveria exercer esta função não só para aumentar seus rendimentos, mas também para melhorar seu trabalho de projeto.
• Porque o arquiteto deveria querer fazer a administração de obras
• Histórico da arquitetura como especialização
• Quem ganha quanto num empreendimento imobiliário?
• O arquiteto perante a legislação
• As vantagens do arquiteto administrar obras: o aspecto financeiro
• As vantagens do arquiteto administrar uma obra: preço e qualidade da execução
• As vantagens do arquiteto construtor: o lado humano
• Por onde começar, se na sua faculdade não o ensinaram a administrar obras?

(clique para ampliar

Opinião

Os arquitetos têm dificuldade para se firmar no mercado

Análise do que ocorreu na profissão nas últimas quatro décadas. De quem é a culpa pela falta de valorização do arquiteto? O que devemos demos fazer a respeito?

(clique para ampliar

Serviço

Correio Técnico

Seleção das dúvidas mais comuns ou mais interessantes enviadas pelos leitores, devidamente respondidas por nossos especialistas. Nesta edição:
• Qual é a forma mais barata de fazer uma reforma?
• Forro de estuque tem amianto? Como demolir?
• O que é uma consultoria e como vender isso?
• O que devo fazer numa visita técnica?
• Em nome de quem devem ser as notas fiscais de uma obra?
• Contrato com empreiteiro e o lucro imobiliário
• Quanto cobrar pelo deslocamento com automóvel próprio?
• Quanto cobrar num projeto de reforma?
• Dúvida no cálculo do CUB
• Como cobrar o acompanhamento de obra?
• Qual é o melhor tipo de contrato para execução de obra?

(clique para ampliar
Capa da Revista PnP nº 2
Clique para ampliar

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário sobre esta publicação até o momento.
Seja o primeiro a comentar, participe!

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: contato@luzes.org
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.